Flora Silvestre

flora

Atualmente no Brasil um empreendimento para ser implantado requer inúmeros estudos visando atender à um conjunto de dispositivos legais de esfera federal, estadual e municipal. Diante deste panorama e visando obter a aprovação junto aos órgãos ambientais é exigido do empreendedor informações que subsidiem o processo fornecendo dados relevantes que vão desde o macro como as tipologias até o pontual como os exemplares de origem vegetal que compõem o ecossistema local.


O levantamento florístico o qual visa subsidiar um processo de regularização, manutenção ou obtenção de licenças é um ferramenta polivalente porque fornece informações capazes de gerar no futuro planos de manejos, uma vez que documenta a vegetação de um local em um determinado espaço temporal; possibilita diagnosticar problemas recorrentes em um fragmento florestal e gerar planos de metas e ações para recuperar a área caso esta encontre-se em processo de degradação; possibilita gerar dados que vão apontar qual será o melhor caminho a se tomar e qual é o potencial de ocupação do terreno.


Quando se analisa a flora com viés legal faz-se um levantamento das espécies imunes ao corte e ameaçadas de extinção, endêmicas e pouco observadas ou raras, de importância ecológica, cultural sendo medicinal, financeira ou ornamental. Quanto ao fragmento florestal observa-se o estado sucessional o extrato arbóreo, os corredores e conexões ecológicas.
Enfim, a RN dispõe de técnicos capacitados que vão até local com o objetivo de realizar um diagnóstico que possibilite gerar um banco de dados relevante e contundente. Em posse das informações observadas no local é possível elaborar imagens e relatórios com conteúdo visual e textual de acordo com a finalidade do trabalho.

  • Laudo de Caracterização da Vegetação;
  • Plantas de situação atual e pretendidas com uso do solo;
  • Programas de Monitoramento da Flora;
  • Programa de Resgate da Flora ou Germoplasma;
  • Programa de Manejo da Flora;
  • Identificação Taxonômica de Espécies;